ZN-FILOSÓFICA

domingo, 30 de setembro de 2012

LOBO NÃO COME LOBO!





Adaptado por: Claudio Fernando Ramos em 30/09/2012

                                    Quer ver um povo diferente? Aproxime-se dos Tricolores!

                                                     Disputas sim, inimizades jamais.





                                  Eu e o amigo Rogério (Ex- Madureira) em domingo de Fla Flu.


Hoje é o dia do mais tradicional. Hoje é o dia do mais charmoso. Hoje é o dia em que “pai” e “filho” se encontram. Hoje é o dia em que Lobo não come Lobo. Hoje é dia de Fla x Flu.

                     A maior torcida (Fla), a torcida mais charmosa(Flu).
"Batizado pelo jornalista Mário Rodrigues Filho, de "O Clássico das Multidões". O clássico bateu o recorde mundial de público de partidas entre clubes: 194.603 espectadores, na final do Campeonato Carioca de 1963, vencida pelo Flamengo com um empate sem gols. É considerado por especialistas em futebol e por grande parte da mídia esportiva como um dos clássicos mais charmosos do mundo. O primeiro Fla-Flu, em 7 de julho de 1912, já deu uma noção do que seria a história deste clássico, pois mesmo o Fluminense tendo perdido nove titulares que foram abrir o departamento de futebol de seu rival, ganhou por 3 a 2 (primeiro gol da história do Fla-Flu, de E. Calvert, do Fluminense, a um minuto de jogo), marcando desde o início este confronto, como clássico de grandes imprevisibilidades, de futebol alegre e ofensivo, festa de cores das grandes torcidas, praticamente um carnaval fora de época."

                                                      Disputa até na mais improvável das bolas.
Por tudo isso e muito mais, teremos hoje na Cidade Maravilhosa, mais um domingo de festas; e no restante do país, um dia de comemorações.

                                                         Um encontro para ânimos resolutos.


                                                                Praia da Redinha em domingo de Fla Flu. A amizade nunca perde, só empata.

Brasileirão 2012, segundo turno.
Cacau “:¬)