ZN-FILOSÓFICA

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

“Conhecimento é poder!”



Por: Claudio Fernando Ramos, 11/08/2014. Cacau “:¬)


Hoje se comemora uma data de singular importância!
Muitos não a tratam dessa forma por conta do total desprezo que os veículos de comunicação deitam ao momento.
Na medida em que não se encontrou ainda uma forma de relacionar o dia do estudante aos apelos comercias de consumo diário, a data tende sempre a passar em brancas nuvens.
Vemos aí, mais uma vez, a velha questão do útil e do inútil; a vida reduzida ao miserável e estéril pragmatismo.


Segundo Aristóteles, ser feliz é buscar aquilo que é próprio da sua natureza, e nada é mais adequado ao homem do que ser pensador, em outras palavras, vivenciar o exercício pleno de sua racionalidade.
Esse mesmo homem é, provavelmente, o ser mais frágil do universo; porém, leva enorme vantagem sobre a natureza, uma vez que só ele tem consciência da sua existência.

Na chamada Revolução Científica (séc. XVII), Francis Bacon (1561-1626) fala sobre o óbvio, o poder que emana do conhecimento. É certo que nesse mundo há poderes e poderes, mas nenhum deles merece mais destaque do que o citado pelo filósofo inglês no início desse texto. A qualidade da existência humana depende enormemente do adequado cultivo dessa inexorável verdade. Mais ainda, sem esse poder especial não poderíamos nos ver nem nos dizer humanos. Lembrem-se nossa humanidade nunca foi inata, ela é culturalmente construída!

Por isso declaramos, nesse momento tão ímpar:
- aos que, por um motivo ou por outro, abandonaram os estudos: retornem com a maior celeridade possível.
- aos que, com pouco ou nenhum ânimo, encontram-se em sala de aula: despertem com alegria redobrada para esse admirável mundo novo.
- aos que, com empenho, garra e comprometimento buscam incansavelmente o saber, nunca esmoreçam.


O país, o mundo e, acima de tudo, a vida precisam de vocês!

Um feliz dia do Estudante!!!!! Cacau “:¬)