ZN-FILOSÓFICA

terça-feira, 2 de abril de 2013

SURPREENDENTEMENTE NORMAL



Por: Claudio Fernando Ramos, 03/04/2013. Cacau “:¬)



Hoje provei a honra de estar entre os bons. Digo isso no presente, porque no futuro serão notáveis. Posso até ter servido de inspiração, mas não sou o responsável pela ação de estarem reunidos. Refiro-me ao grupo de debate filosófico que nasceu entre os alunos do 2ª ano do CDF - Colégio e Curso (zona norte). Jovens e espirituosos adolescentes iniciaram uma jornada sem fim, em direção ao fantástico e inesgotável mundo do saber. Em um século onde tudo é midiático, chega-se mui facilmente ao abismo da banalidade generalizada. Um século em que todos falam, mesmo quando à esmagadora maioria, nada têm a dizer. Tempos inéditos em que, por conta das redes sociais, muitos acessam e são acessados sem ao menos se conhecerem. Eis que eles, os futuros notáveis, fulguram como luzes, servindo como significativa referência para toda uma juventude desacredita.

Durantes os poucos minutos em que estive com eles não vislumbrei a presença de nenhum adulto coordenando-os, mas nem por isso presenciei meninas afetadas retocando a maquiagem, nem meninos prepotentes fazendo tipos; ao contrário, de forma compenetrada e comprometida discorriam, cada um a seu turno, sobre um assunto assaz polêmico: tolerância religiosa.

Surpreendi-me com a forma como fomentavam as ideias. Sentados no chão, todos demonstravam vívido interesse em ouvir tudo que o outro tinha a dizer. Normalmente, isso não acontece nem durante as aulas. Porém, surpresa mesmo é achar estranho o que deveria fazer parte da normalidade: jovens dialogando, pensando, crescendo, decidindo, escolhendo, vivendo, refletindo...

O que está acontecendo com todo mundo?

Vivemos uma inversão de valores: o normal nunca soou tão anormal! Cacau ":¬)