ZN-FILOSÓFICA

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Congratulações IV


Por: Claudio Fernando Ramos Natal-RN 30/04/2012

                                            Aquiles, herói grego na guerra contra os troianos.

Tão importante quanto às ações praticadas por Aquiles, foram às motivações cultivadas em seu coração. Guiado por intenções incomuns, ousou vivenciar o conflito lembrado, que o marasmo da paz esquecida. Morrer, factualmente, pelas mãos do inconsequente Paris, depois de enfrentar o nobríssimo e valente Heitor, não significou o fim de uma vida, mas o início de uma longeva e honrosa existência; isso o moderno homem pragmático não está apto para entender. São incontáveis as narrativas, os exemplos, as referências, e as lembranças, que cercam a figura de Aquiles. Por detrás de cada  data comemorativa existem conflitos não revelados. É fato que a cada data conquistada implica, necessariamente, em algum tipo de distanciamento de outras fases vividas. E, é nesse ponto que reside um dos maiores dilemas da vida: avançar, permanecer ou, se possível for, retornar? Aquiles optou pelo primeiro dos casos, pagou o preço por isso, mas, contrariando todas as expectativas da época, recebeu a maior de todas as recompensas; recompensa essa guardada somente para aqueles que fazem da vida uma arte de viver: não ser esquecido. Que nesta data festiva, o mesmo espírito do herói grego renasça em você. E que as futuras histórias e consequentes lembranças de seus feitos aqui na terra, transcendam gerações e gerações. Parabéns e um inesquecível aniversário!  Cacau :¬)