ZN-FILOSÓFICA

sábado, 3 de novembro de 2012

ENEM 2012


O HUMANO DIVINO
(Filosofia para o ENEM)

Por: Claudio Fernando Ramos 03 de Novembro de 2012 – Natal-RN
 
                                                      O poder que em nós reside.
 
Mesmo que a escolha não seja concretizada em um primeiro ou segundo momento, isso em nada abala a total soberania da liberdade em nossa vida! “O homem está condenado a ser livre”! Contraditoriamente, afirmou o filósofo francês.

Uma vez escolhida à educação, tanto a formal quanto a informal, como único e melhor caminho para se chegar a um fim proveitoso; é, irreversivelmente, isso o que irá ocorrer. Ao contrário do que se imagina, a liberdade também se alegra com o fato de que não é só na efetivação das escolhas postuladas que se pode ser feliz nessa vida. A escolha autônoma, em si mesma, é uma conquista!

Todo o processo, os longos ou curtos desdobramentos, os aprazíveis ou espinhosos caminhos a serem percorridos, têm, certamente, suas parcelas de contribuição a dar. Portanto, os que não negligenciarem a compreensão dos fatos, a transformação dos valores pessoais, e a pacificação de um sorriso espontâneo, no momento em que o percurso for sendo construído, certamente saberão mensurar, com toda riqueza de detalhes, a intensidade do regozijo no momento da chegada!

A liberdade da escolha, a perseverança no caminho e o êxtase da chegada, são elementos com dores e prazeres singulares. Mas, quando postos em um só recipiente e misturados à gosto, deificam qualquer alma. Alma essa que até então só era vista como humana. Cacau “:¬)