ZN-FILOSÓFICA

domingo, 1 de fevereiro de 2015

ÉTICA E FILOSOFIA SOCRÁTICA

O caminho para o conhecimento é interior e individual sem ser relativo. Cacau “:¬)

Adaptado por Claudio Fernando Ramos em 01/02/2015. Cacau “:¬) http://www.coladaweb.com/filosofia/socrates


A MORTE DE SÓCRATES
1 – Pequena biografia
- Filosofo grego, Sócrates nasceu em Atenas no ano de 470 a.C.
- De origem modesta, era filho de Sofronisco, escultor, e de Fenarete, parteira, com quem dizia ter aprendido a arte de obstetra de pensamentos.
- Dedicou-se inteiramente a missão de despertar e educar as consciências.
- Sempre em discussões, especialmente com os sofistas.
- Não descobrindo em si mesmo espécie alguma de sabedoria, interrogava seus interlocutores a respeito de coisas que, por hipótese, deveriam saber.
- Ao interrogá-los, verificou que não sabem o que julgam saber, e o que é mais grave, não sabem que não sabem.
- Sócrates se achava mais sábio porque pelo menos sabia que nada sabia.
- A filosofia vem de dentro para fora e sua função é despertar o conhecimento, ou seja, o Auto-conhecimento, pois a verdade está dentro de cada um.
- Para conhecer a si mesmo é preciso conhecer o outro.
- A alma do outro é como se fosse o espelho da própria alma.
- O conhecimento da própria ignorância não é a conclusão final do filosofar, mas o seu momento inicial e preparatório.
 - Nada escreveu.
- Seu pensamento é reconstituído sobre testemunhos, nem sempre concordes, de Xenofonte, de Platão e de Aristóteles.
- Participou das batalhas de Potidea  (onde salvou a vida de Alcebíades) de Delion e de Anfipolis.
- Em 399 a.C., a sua atividade e a sua vida foram finalizadas pela condenação à morte, sob a acusação de corromper os jovens contra a religião e as leis da pátria. - Denunciado, então, como subversivo, foi condenado à morte ignominiosa, tendo de beber a cicuta na prisão de Atenas em fevereiro de 399 a.C.

2 - CONHECE-TE A TI MESMO
- O “conhecer-te a ti mesmo”: inscrição de Delfos é uma advertência ao homem para que reconheça os limites da natureza humana. 
- Seus significados:
A) ter a consciência da condição humana,
B) não tentar ser mais do que é para os homens,  
C) não ser arrogante.
D) não tentar ser Deus,

3 - PROCEDIMENTOS SOCRÁTICO
3 – 1- A Ironia possui duplo aspecto:
A) refutação:
cadeia de raciocínio para provar que a base do que o outro está pensando está errado.
- Levava ao ridículo homens considerados sábios.
- O emprego da refutação para libertação do espírito é de origem eleática.
- Sócrates tira-a de Zenão, que é o criador.
- Procurava na filosofia o melhor caminho da libertação das almas do erro, do pecado e da condenação ao ciclo de nascimento.
B) maiêutica:
- A refutação faz parte da maiêutica, que é a arte de Sócrates projetar idéias, fazer nascer à verdade.
- Através da  maiêutica, Sócrates fingia ser capaz unicamente de interrogar, mas não de ensinar alguma coisa.
- Levava o interlocutor, mediante uma série de perguntas habilmente formuladas, a tomar consciência da própria ignorância e a confessá-la.
- Procura-se extrair da alma o conceito que nela permanecia oculto; conhecimentos que já possuíam sem o saber.
- O exemplo clássico da aplicação da maiêutica é encontrado no diálogo platônico intitulado Mênon, no qual Sócrates leva um escravo ignorante a descobrir e formular vários teoremas de geometria.

4 – A ÉTICA SOCRÁTICA
4 – 1- Principais pontos
- Segundo Sócrates, a Ciência (o verdadeiro conhecimento):
A) fala de ser justo em relação ao cosmos,
B) fala da modificação da alma,
C) purificando o espírito em sua unidade e totalidade,
D) tornando-nos incapaz de erros e de pecados (só erra quem não sabe).

5 – O SER VIRTUOSO
5 – 1- Intelectualismo Moral: Ciência = Virtude = Felicidade.
- Esta equação Socrática quer dizer que o bem é igual ao útil.
- As pessoas fazem o bem por interesse próprio, porque é o que vai levá-las a felicidade.
- As pessoas devem agir corretamente, pois estando no caminho certo, a tendência será a felicidade.
- Mesmo assim, eventos externos podem modificar o resultado dos eventos.
- As pessoas devem se desenvolver na virtude.
- A virtude é: 
A) um agir ótimo (força),
B) é procurar fazer o bem (coragem),
C) é o correto (justiça),
D) é o ideal (piedade).

6 – ASPECTOS MÍSTICOS DA ÉTICA
6 – 1- A virtude da alma é a sabedoria, que é o que a aproxima de Deus (sumo bem).
- A sabedoria tem haver com humildade intelectual e não com a quantidade de saber.
- O importante para a sabedoria é o que você faz, não é o que você sabe.
- A sabedoria modifica o ser e purifica a alma de forma que seus objetivos fiquem mais fáceis de serem atingidos.
- A sabedoria é o poder da alma sobre o corpo, a temperança ou o domínio de si mesmo.
- Permitindo o domínio do corpo, a temperança permite que a alma realize as atividades que lhe são próprias, chegando a ciência do bem.
- Para fazer o bem, basta, portando, conhecê-lo (quem sabe não erra).
- Todos os homens procuram a felicidade (o bem), o vício não passa de ignorância, pois ninguém pode fazer o mal voluntariamente.

Vídeo Aulas:
Aula 1: https://www.youtube.com/watch?v=n5-SXAtmPk0
Aula 2: https://www.youtube.com/watch?v=jL_OR0OaGnA